Skip to main content

Posts

Showing posts from July, 2016

quando bate a bad

Epah,
não é que tenha dúvidas daquilo que sinto pelo boy,  ou daquilo que ele sente por mim,  até porque ele surpreendeu-me imenso.. enche-me o whats de sms's, manda carinho e tudo mais de lá para cá como se nunca tivesse saído daqui porém, a minha vida revirou 360º graus ou mais e ele não sabe o quanto, a dele também e eu tenho medo que não tenhamos revirado para o mesmo lado..  medo que ele chegue cá e percebamos que nada era como há meses atrás...  eu toquei outras mãos, partilhei com outras pessoas estes meses da minha vida, tentei preencher o vazio que ele me deixou ... e consegui ultrapassar a ida dele ... a ausência dele (quase todos o dias) vi as minhas colegas todas a separarem-se umas mais tardias que outras e assombra-me ... ainda assim em algum último pedido existencial, eu escolheria ficar contigo, amar-te como costumávamos  não gosto deste amor distante

algo raro

olá, eu raramente falo sobre algum problema além de "amorosos" aqui no blog, porém , como algo tem de correr sempre mal, desta vez não é a minha relação as coisas no meu trabalho vão de mal a pior,  enfim, trabalho num hotel de verão , com um monte de estagiários de todo o país e arredores, que vêm para cá fazer disto um Love On Top.. e está um inferno inveja, ciúmes, competição, raiva, rancor, (mais?) Quem aí me entende? kiss

já faltou mais...

muito mais... um mês e meio, precisamente, para seis meses... seis meses com as mãos vazias das tuas, com o coração vazio de nós... seis meses com duas memórias tão sós.. que rimam até, saudade e vontade.. ambas de ti..  eu sabia que não seria algo fácil... mas nunca imaginei que seria tão difícil... vendo bem nós passávamos dias sem nos vermos ,  a verdade é que dias não são meses.  Até já, amor.